16 de julho de 2019

Quebre o mito que viajar para Israel é perigoso e faça as malas!

A resposta é direta: viajar para Israel é perigoso? Não! Entenda porque é seguro conhecer a região, tire suas dúvidas e fuja dos mitos

Você faz parte do enorme grupo de pessoas que adorariam visitar Israel, mas não têm certeza se é seguro fazê-lo e tem dúvida se viajar para Israel é perigoso? 

Essa dúvida é justificada, pelas aparições do país nos noticiários com imagens assustadoras de tumultos e foguetes. Certamente não é um lugar que você gostaria de passar seu tempo de folga, certo?

Errado.

O fato é que é seguro viajar para Israel, sim! 

Inclusive existe uma campanha do Governo de Israel que busca promover a imagem do país, como um local seguro - e incrível - para passar suas férias e conhecer mais um pedacinho do mundo. E parece que a ação está dando certo, afinal, em 2018, mais de 4,1 milhões de turistas visitaram o país, sendo 62,5 mil brasileiros. 

As taxas de criminalidade são baixas em comparação com outros países.

O risco de atividades hostis relacionadas à guerra, para quem viaja dentro de Israel é muito pequeno. 
Se você está pronto para ir a Israel, mas ainda está se sentindo um pouco cauteloso, é provável que precise de mais do que apenas essas curtas frases para acreditar que é seguro viajar para Israel. 

Então, para tirar suas dúvidas, nesta postagem, discutiremos os riscos reais associados às viagens para Israel. Continue lendo para uma avaliação de risco completa! No final deste artigo, você é quem irá nos responder se viajar para Israel é perigoso, ou não.

Viajar para Israel é perigoso? Não. 
Para explicar porque é seguro viajar para Israel, nós precisamos acabar com alguns mitos:

  • Israel não é a Síria e não é sequer afetado pela guerra na Síria;
  • Israel não é Gaza nem a Cisjordânia;
  • Nossos ônibus são muito seguros para viajar.

Como você deve estar acompanhando nos noticiários, se você tem medo do terrorismo também está em risco na Europa ou nos EUA.

Então, quão perigosa é Israel em comparação com outros países ocidentais?

Segundo o relatório da ONU, a taxa de homicídios nos EUA é quase 5 vezes maior do que a taxa de homicídios em Israel. Israel tem uma taxa de homicídios de 1,3 pessoas por 100 mil habitantes, menor que a da Bélgica ou da Finlândia e bastante próxima a da França ou da Alemanha.

Claro, o crime não é a única coisa que pode incomodar você como um viajante. 

Quando se trata de taxas gerais de criminalidade, Israel é classificado na posição 37 no mundo, sua pontuação é melhor que a do Canadá, Noruega, Nova Zelândia e definitivamente muito melhor do que a dos Estados Unidos. O mesmo vale para o índice geral de segurança, a propósito. Que presumivelmente leva em consideração os riscos associados a conflitos.

Atenção, não estamos dizendo que não há problemas em Israel. Só estamos mostrando alguns dados para te provar que é seguro viajar para Israel, assim como para outros países, e às vezes ainda mais seguro. Os dados estatísticos suportam isso.

Mas, Israel não está em constante estado de guerra?

Israel está cercado pelo Egito, a Autoridade Palestina, a Jordânia, a Síria e o Líbano. Entretanto, há paz com o Egito e a Jordânia. Enquanto a guerra acontece com o Líbano e a Síria. Isso é no que diz respeito às relações oficiais.

Mas, isso quer dizer que viajar para Israel é perigoso? 

O que isso realmente significa para você como um viajante?

Quase o tempo todo - nada.

Por mais que pareça para você que a guerra é constante, a verdade é que uma vez a cada poucos anos, as coisas esquentam por um motivo ou outro e há uma pequena operação. Mesmo quando isso ocorre não é necessário se preocupar.

Israel tem uma excelente infra-estrutura quando se trata de defesa doméstica. A maioria das casas têm seus próprios abrigos, inclusive nos apartamentos e hotéis. Estes quartos têm paredes super fortes, janelas e portas anti-explosão especiais.

Existe um sistema automatizado que calcula onde os mísseis se dirigem especificamente. Quase todos serão interceptados, mas apenas por precaução, o sistema liga as sirenes em áreas específicas e também envia a todos da área uma mensagem de texto automatizada, dizendo-lhes para encontrar abrigo.

No geral, com tantas camadas de defesa, é raro que alguém seja fisicamente ferido por mísseis. Dito isto, a coisa toda pode ser perturbadora e até mesmo traumatizar algumas pessoas.

Apenas lembre-se, esses itens citados acima são raros.

Apenas uma vez a cada poucos anos e depois dura por algumas semanas. 

Os furacões que acontecem em outros países podem ser muito mais prejudiciais, do que qualquer das guerras na região.

As taxas de homicídios em outros países também são muito maiores (como indicamos acima).

Algumas áreas em Israel são mais seguras do que outras?

A área ao redor de Gaza é diferente do resto de Israel. Quando as coisas esquentam, as pessoas que moram lá podem experimentar uma barragem constante de morteiros e mísseis.

Quando centenas ou milhares destes são disparados, alguns passam pelos sistemas anti-mísseis. Mesmo assim, é raro alguém se machucar fisicamente, embora isso possa acontecer. Mas viver sob ataque constante requer um alto custo psicológico.

O ponto é que, enquanto você não estiver viajando na área ao redor de Gaza durante um período de guerra, não há realmente nada a temer. E lembre-se, o país é pequeno, sair do caminho do mal é tão fácil quanto dirigir por meia hora.

Então, fique atento às notícias ou tente evitar a região de Gaza. No restante de Israel, você precisará ficar atento à sua segurança tanto quanto fica em outros países. 

E quanto aos ataques terroristas?

Hora de acabar com outro mito.

Nós podemos entender de onde o medo vem. No final dos anos 90, Israel sofreu uma série de ataques terroristas muito desagradáveis. Os terroristas tiveram como alvo, lugares e ônibus lotados. Sim, era assustador naquela época.

Isso acabou.

Desde que construíram o muro entre Israel e os palestinos, as coisas estão muito quietas. 

Isso representa quase 20 anos. Nenhuma bomba, nenhum bombista suicida, nenhum disparo nas ruas. O pior que pode acontecer - e isso também é raro - é um indivíduo enlouquecido que tenta realizar um ataque terrorista usando uma faca.

Além disso, estabelecimentos públicos, como shopping centers, verificam as pessoas à medida que entram. Você basicamente passa por um detector de metal, e um guarda pode ou não pedir para você abrir sua bolsa para inspeção. É super rápido e fácil e acrescenta muito à sua sensação de segurança.

Pense em quantos ataques terroristas houve na Europa nos últimos anos. Nenhum em Israel. Pense em todos os tiroteios em massa nos EUA. Nada disso em Israel. 

O conflito na Síria afeta as viagens a Israel?

Não, não.

Há uma guerra terrível na Síria. Sim, está do outro lado da fronteira. Não, dificilmente afeta alguém em Israel. Houve talvez um ou dois casos em que as forças na Síria dispararam algo em Israel por engano. Eles não atingiram nada nem ninguém.

É realmente seguro no lado israelense da fronteira.

Não deixe a guerra com a Síria afetar sua visão de que viajar para Israel é perigoso. Essa guerra não deve impedi-lo de visitar as Colinas de Golan.

Viajar para israel é perigoso
Fonte: Blog A Última Trombeta

Quando é mais seguro viajar a Israel?

Você pode visitar Israel em qualquer época do ano e se sentir seguro.

Dito isto, há certos dias em que as tensões podem subir mais do que o normal. Isso não significa que alguma coisa realmente acontecerá, mas as forças de segurança estarão em alerta. 

Durante esses dias, é melhor ficar longe de lugares religiosos e, possivelmente, da Cidade Velha de Jerusalém como um todo. Não é realmente perigoso, mas se você for sensível às vibrações locais, poderá notar a tensão.

Geralmente, tente evitar os feriados das três principais religiões: judaísmo, islamismo e cristianismo. As coisas não serão apenas mais tensas, mas os locais também estarão mais cheios.

Às sextas-feiras são sempre um problema na Cidade Velha de Jerusalém, porque é quando os muçulmanos rezam no Domo da Rocha. Você não poderá mais visitá-lo na sexta-feira, se estiver no seu itinerário. O Domo da Rocha também é mais problemático durante estes três feriados judaicos: Sucot, Páscoa e Shavuot.

Já mencionamos Jerusalém várias vezes aqui, por isso vale a pena abordar a questão.

É seguro viajar para Jerusalém?

Jerusalém é segura, mas também é uma cidade complicada. Provavelmente será o destaque da sua viagem, então você definitivamente não deve evitá-la. Entretanto, vale a pena manter algumas coisas em mente.

Jerusalém costumava ser dividida até 1967. A parte ocidental estava sob soberania israelense e a parte oriental sob o domínio jordaniano. Durante a Guerra dos Seis Dias, Israel tomou o leste de Jerusalém e o anexou. De acordo com a lei de Israel, Jerusalém é unificada. Não é assim de acordo com o direito internacional, que ainda considera a parte oriental como território ocupado. 

A parte oriental de Jerusalém agora tem uma mistura de árabes palestinos e colonos judeus. Quase por definição, as coisas são mais voláteis. De fato, muitos israelenses evitam visitar Jerusalém Oriental, com a possível exceção da Cidade Velha.

A Cidade Velha de Jerusalém está na área que costumava estar sob o domínio jordaniano. Tecnicamente, este é o leste de Jerusalém. No entanto, devido ao seu significado religioso e cultural, você não encontrará muitos israelenses que nunca visitaram o local. Na verdade, as escolas costumam levar as crianças em algum momento para visitar o Muro das Lamentações em Jerusalém.

Viajar para israel é perigoso
Fonte: Blog Go Israel

Agora que você sabe de tudo isso, podemos dizer novamente que visitar a Cidade Velha de Jerusalém é seguro e não deve ser evitado. No entanto, apenas saiba que as tensões podem aumentar durante certos períodos, especialmente sextas-feiras e feriados religiosos. Não é perigoso, mas também não é necessariamente agradável.

E desde que mencionamos Jerusalém ... temos que mencionar a outra capital de Israel.

A Tel Aviv é Segura?

Sim. Muito mesmo. Você pode andar no centro de Tel Aviv, dia ou noite e se sentir muito seguro. Jaffa é segura também e muito turística.

Viajar para israel é perigoso
 
A única área em Tel Aviv que os moradores tendem a evitar depois de escurecer é a da antiga estação rodoviária central. E mesmo assim, pouco acontece na área. É apenas uma daquelas "más vizinhanças" que as pessoas evitam.

Há muito para ver e fazer em Tel Aviv, mas acima de tudo, a cidade tem uma vibe maravilhosa e descontraída. Vale a pena visitar.

E ai? Se convenceu de que é seguro viajar para Israel?

Esperamos ter resolvido todos os mitos sobre a falácia de que viajar para israel é perigoso. Isso não é verdade

Aproveite sua viagem para Israel! E se você tiver outras dúvidas, por favor, deixe nos comentários. Além disso, se você viajou para Israel e pode compartilhar sua própria experiência com questões de segurança, isso seria ótimo.

Lar de comidas deliciosas, atrações fascinantes e muitas experiências culturais, Israel é um destino que certamente irá encantar os viajantes de todo o mundo. Está em busca de um itinerário perfeito pela região? Nós sugerimos o roteiro “Imersão Histórica em Israel”. 

Nós da GSP Travel podemos te ajudar a planejar sua viagem à Israel, ou outro destino que deseje conhecer. Acesse nosso site, conte quando e o que deseja, e nosso sistema irá apresentar sugestões de viagens que mais combinam com os traços que você definiu. 

A partir disso, nossos consultores planejam seu sonho junto com você. Com nossas sugestões em mãos, você poderá:

  • aceitar nosso roteiro exatamente como sugerimos;
  • informar que o roteiro ainda não está perfeito e que deseja mudanças;
  • adicionar nosso roteiro a viagens futuras. 

EXPERIÊNCIAS RELACIONADAS

Desvendar

Imersão Histórica em Israel

Detalhes

12 dias

Desfrutar

O essencial de Cartagena

Detalhes

6 dias

Desvendar

Rota Maia pelo México

Detalhes

10 dias

Compartilhar

ENCONTRE A VIAGEM DOS SEUS SONHOS!

Deixe seu e-mail e receba um mundo de possibilidades.