Nós estamos disponíveis para o planejamento da sua viagem em diversos canais:

+55 11 3231-4422
gsptravel@gsptravel.com.br
Av. Brig Faria Lima, 1912 - 12º Andar - Cj 12A São Paulo/SP - Brasil - CEP: 01541-907
Redes Sociais
GO UP
Image Alt

EMPRESA CRIA VOO PARA ASSISTIR A AURORA AUSTRAL

Aeronave fica 4 horas no céu para observação do fenômeno

EMPRESA CRIA VOO PARA ASSISTIR A AURORA AUSTRAL

Já falamos aqui sobre a aurora boreal e sua irmã aurora austral. A diferença entre as duas é que a boreal surge no hemisfério norte enquanto a austral brilha nos céus do hemisfério sul. Independentemente de onde acontecem, ambas são fenômenos lindos e iluminados que estão entre os mais belos espetáculos naturais do mundo.

Taaaanto, que merecem SIM um texto sequencial sobre o assunto! Mas, dessa vez, ao invés de um guia sobre as northern lights vamos falar de uma ideia genial que a companhia aérea neozelandesa Air New Zealand teve recentemente: o primeiro voo comercial para observação da aurora austral – ou southern lights – um pouco mais difícil de ver do que sua irmã famosa, já que boa parte da região que acontece é em oceano aberto, na remota Antártica ou, muito raramente, no extremo sul da Nova Zelândia e Tazmania.

No total, são 8 horas de viagem, sendo 4 delas para pura observação do fenômeno da aurora – imagine a quantidade de fotos que dá para tirar nesse tempo todo!

A experiência pode custar de R$ 8,8 mil a R$ 17,6 mil, de acordo com a classe escolhida para o embarque. O primeiro voo foi realizado recentemente e você pode ver imagens feitas pelos 130 passageiros usando a hashtag #flighttothelights nas redes sociais.

Os organizadores já planejam uma próxima aventura por entre as luzes austrais.

Confira um vídeo da viagem abaixo e o texto do O Globo aqui.