Nós estamos disponíveis para o planejamento da sua viagem em diversos canais:

+55 11 3231-4422
gsptravel@gsptravel.com.br
Av. Brig Faria Lima, 1912 - 12º Andar - Cj 12A São Paulo/SP - Brasil - CEP: 01541-907
Redes Sociais
GO UP
Image Alt

ROSEWOOD LONDON OFERECE CHÁ DA TARDE ARTÍSTICO

Comida e arte se unem na tradição londrina

ROSEWOOD LONDON OFERECE CHÁ DA TARDE ARTÍSTICO

Além dos soldadinhos pomposos, o Big Ben e todos os outros majestosos pontos turísticos que te fazem pensar automaticamente em Londres, o chá das 17h é uma tradição local que também é famosa internacionalmente.

Patrimônio cultural britânico, o chá da tarde pode ser facilmente encontrado em diversos estabelecimentos do Reino Unido, servido em louças decorativas e acompanhado de deliciosos quitutes, como manda o figurino.

O Rosewood London resolveu ir além e elevar ainda mais o nível de finesse da tradição. Como? Investindo em arte!

O hotel criou um cardápio totalmente inspirado no trabalho de cinco renomados artistas: Alexander Calder, Banksy, Damien Hirst, Mark Rothko e Yayoi Kusama. E a inspiração não é apenas uma metáfora, as obras dos artistas ganharam interpretações comestíveis!!! Para agradar até quem não é muito antenada com o mundo das artes.

O chá – que poderia ser facilmente exposto em uma galeria de arte – é servido todos os dias, do meio-dia às 19h, no Salão de Espelhos do Rosewood London.

Confira o resultado dessa fusão entre arte e gastronomia criada e executada por Mark Perkins, o chef Patissier do hotel:

No doce em homenagem a Alexander Calder, o chef fez referência a materiais industriais frequentemente utilizados pelo artista em suas esculturas.,

Pensou em Banksy, lembrou de Girl With a Ballon, então a obra escolhida para uma versão comestível não poderia ser outra. No chá ela é representada por um cubo de chocolate branco e caramelo salgado decorado com uma réplica da street art.

As bolinhas coloridas, marca registrada de Damien Hirst, foram reproduzidas em uma deliciosa torta de chocolate branco, geleia de cassis e yuzu.

Entre camadas alternadas de mousse de coco e creme de framboesa está a referência às cores ousadas e o estilo impressionista abstrato de Mark Rothkos.

O Infinity Mirror Room (“Quarto de espelho infinito”), uma das obras mais famosas da japonesa Yayoi Kusama, inspirou um doce tão vibrante quanto a artista. Uma mousse de chocolate ao leite, decorada com creme de maracujá e muito amarelo!

O programa ideal para amantes de arte, tradição ou, simplesmente, de bons docinhos – Ninguém é de ferro!

Quer incluir Londres e o Rosewood em sua próxima aventura? Entre em contato conosco para planejarmos juntos!