Nós estamos disponíveis para o planejamento da sua viagem em diversos canais:

+55 11 3231-4422
gsptravel@gsptravel.com.br
Av. Brig Faria Lima, 1912 - 12º Andar - Cj 12A São Paulo/SP - Brasil - CEP: 01541-907
Redes Sociais
GO UP

A última fronteira de Myanmar

separator
Scroll down
1
Dia 1 - Chegada em Putao
Ao desembarcar em Putao, uma pequena e pitoresca cidade aos pés dos Himalayas, você será levado até o hotel. O local é perfeito para quem deseja explorar densas florestas, santuários selvagens e montanhas cobertas de neve. Suas primeiras horas serão livres para conhecer as redondezas e fazer uma caminhada.
2
Dia 2 - Putao, Kanugmulone e Pansat
Bem cedo, você visitará um mercado diferente de tudo que já viu e terá a oportunidade de conhecer as diversas etnias que habitam a cidade e visitam o estabelecimento. Após o passeio, você retornará ao hotel para um café da manhã reforçado antes de embarcar em um jipe que te levará em direção a Htawadum. Lá, uma ponte suspensa sobre o rio Malikha dará acesso até o templo Kaungmulone, um dos 84.000 templos construído pelo grande rei Thri Dhamma Thawka. De lá, você andará até Pansat onde passará por pequenos vilarejos e a pernoite será na casa de uma família local.

LONGYI

Homens, mulheres e crianças utilizam o longyi em Myanmar. Trata-se de um pedaço de tecido com 2 metros de comprimento e cerca de 80 centímetros de largura. O pano é usado em volta da cintura e vai até os pés. Homens costumam utilizar essa espécie de saia com estampa quadriculada e tons escuros, mulheres optam por padrões variados e coloridos.
3
Dia 3 - De Pansat ao Acampamento I
O destino do terceiro dia são as montanhas ao nordeste. Serão 14,5km de trilha pelo vale ao longo do riacho até o primeiro acampamento. Você passará a noite acampado sob as estrelas.
4
Dia 4 - Do Acampamento I ao Acampamento na Montanha
Após o café da manhã ao ar livre, você seguirá rumo ao leste até o segundo acampamento. A trilha começa no topo da montanha, de onde é possível avistar diversos picos nevados na direção da fronteira com a China. Você passará por uma desafiadora via ferrata durante o caminho, será uma dose de adrenalina para manter a energia! Não se preocupe, você estará no acampamento a tempo de um jantar com a lua.
5
Dia 5 - Do Acampamento na Montanha a Htonlardum
O dia começará cedo! Após o café da manhã, você dará início há uma caminhada pelo vale até a confluência das águas em Phandum. Chegando lá, realizará uma travessia emocionante pelo rio através de uma ponte improvisada com bambu. A rota seguirá até Htonlardum, onde os moradores são acolhedores e te hospedarão pela noite.
6
Dia 6 - De Htonlardum a Nomung
Pela manhã, você fará um passeio pelo vilarejo de Htonlardum onde poderá observar o cotidiano dos moradores locais. Após o café da manhã, uma linda trilha ancestral ditará seu caminho até Nomung. A pequena cidade administrativa possui uma pousada elaborada pela divisão de Proteção da Natureza e Vida Selvagem do Departamento Florestal de Myanmar, é lá que você ficará hospedado.
7
Dia 7 - De Nomung a Maza
A manhã em Nomung será aproveitada com um passeio tranquilo pelas redondezas. Depois do café da manhã, você estará hábil para atravessar o rio Kasan por uma ponte suspensa e caminhar por montanhas, riachos e vegetações até Maza. Chegando ao destino, você poderá descansar em mais uma pousada.
8
Dia 8 - De Maza a Namti
O destino do dia é Namti! Em, aproximadamente, 7 horas de trilha você passará pelo ressalto do Monte Babulonhtan, verá diferentes espécies de flores e pássaros e será acompanhado por uma vista espetacular das montanhas. O vale do Babulonhtan e do Noiwinlit é o lar da botânica do país. Depois de encantar-se com o riacho Namti, você passará a noite em um acampamento.

FRANK KINGDON WARD

O vale do Noiwinlit e Babulonhtan é o lugar exato onde o reconhecido explorador e botânico inglês Frank Kingdon Ward descobriu muitas espécies raras de orquídea durante sua pesquisa em 1920. Algumas espécies de orquídeas negras, que são encontradas somente em Myanmar, foram nomeadas em sua homenagem, como a Phiopedilum Wadii ou a Cypripedium Wardlamon. Além dessas, existem diversas outras espécies como a Indrovian, Clanthi, Simpidium e a Simpripedium.
9
Dia 9 - Namti, Namsabum e Putao
A trilha seguirá a caminho de Namsabum. Florestas densas e macacos saltitantes serão personagens recorrentes durante a caminhada. Depois de cruzar a ponte suspensa do rio Htikha você chegará a Namsabum, onde um jipe estará esperando para te leva de volta a Putao.
10
Dia 10 - Partida de Putao
A última manhã de viagem será dedicada ao descanso e passeios nos arredores do hotel. Após o almoço, você embarcará em um voo de volta para casa e poderá compartilhar suas incríveis aventuras na última fronteira de Myanmar.

A última fronteira de Myanmar

Chegou a hora de gastar sola de sapato! Enfrente uma aventura feita a pé pelas montanhas do Himalaya, interaja com tribos e povoados da região e vivencie a cultura local como um verdadeiro nativo.

10 Dias
Melhor Época: Novembro à Março
  • Destino
  • Melhor época
    Novembro à Março
  • Incluso no pacote
    Acampamento nas montanhas
    Acomodações
    Guia Turítico
    Refeição: Almoço
    Refeição: Café da manhã
    Refeição: Jantar
    Roteiros turísticos